Dirigido por brasileiro, ‘O Touro Ferdinando’ ultrapassa animação da Pixar

O Brasil ultrapassou o México.

“O Touro Ferdinando”, animação americana dirigida pelo carioca Carlos Saldanha, vendeu 798.141 ingressos em seus primeiros quatro dias em cartaz nos cinemas brasileiros.

É mais do que o dobro do que arrecadou, no mesmo período, o filme “Viva: A Vida É Uma Festa”, animação da Pixar ambientada no México. Esse longa, que estreou no último dia 4, teve público de 359.271 pessoas.

O desempenho superior de “O Touro Ferdinando” pode ter a ver com o boicote que cinemas brasileiros fizeram contra as exigências da Disney, conforme antecipado por este blog.

Para lançar “Viva”, o estúdio do Mickey exigiu que os cinemas do país repassassem 52% do faturamento a ela, em vez dos tradicionais 50%, o que os levou a não exibir a animação.

“Ferdinando” é uma produção da Blue Sky, rival da Pixar. Com a recente aquisição de parte da Fox pela Disney, é possível que a produtora migre para dentro do império do Mickey.

Conversei com Saldanha em reportagem publicada na “Ilustrada”. Na ocasião, ele contou que espera que a Disney mantenha a independência e a forma de trabalho dos diretores da Blue Sky.