‘Corpo Elétrico’ leva três prêmios em feira de cinema argentina

Por guilherme genestreti

O longa“Corpo Elétrico”, de Marcelo Caetano, saiu com três prêmios do Ventana Sur, feira voltada à comercialização de filmes ainda não lançados e que terminou no sábado (3), em Buenos Aires.

Na trama, um jovem paraibano se vê cada vez mais absorvido na confecção paulistana em que trabalha, enquanto mantém encontros fortuitos com outros homens.

“Trata da valorização excessiva que o trabalho em em SP”, diz Caetano, que foi assistente de direção em “Mãe Só Há Uma” e “Boi Neon” e produtor de elenco em “Aquarius”.

Caetano é produtor do filme, com Beto Tibiricá. Anna Muylaert e Ivan Melo são produtores associados.

Créditos da foto acima: Barbara Wagner/Divulgação

*

//PERDEU Sílvio Guindane, Marcelo Valle e Paulo Miklos ensaiam como fazer um sequestro em cena de ‘Como É Cruel Viver Assim’, de Julia Rezende, que estreia em 2017 (Créditos: Juliana Coutinho)

*

Vai Brasil Com o ano quase no fim, 2016 marca ao menos um saldo positivo: para o cinema brasileiro, que até agora teve “market share” de 15%, isto é, a participação do público dos filmes nacionais sobre o total do que foi exibido no país.

Vai, Brasil 2 O que impulsiona os números é o desempenho de filmes como “Os Dez Mandamentos” (11,3 milhões de ingressos), “Carrossel 2” (2,5 milhões), “É Fada!” (1,6 milhão) e “Tô Ryka!” (1,1 milhão).

Vai Brasil 3 É o quarto melhor resultado desde 2001. O recorde foi de 21,4% e se deu em 2003, quando foram lançados “Carandiru”, “Lisbela e o Prisioneiro” e “Os Normais”.

Leia mais notas aqui.