Diretora convoca domésticas para sessão grátis de ‘Que Horas ela Volta?’

Por guilherme genestreti

Com o filme “Que Horas Ela Volta?”, a diretora Anna Muylaert conta que quis fazer um drama social que não escapasse à compreensão de nenhuma empregada doméstica.

Também aventou a possibilidade de elas só pagarem meia-entrada para verem nas telas as agruras de Val (Regina Casé), babá pernambucana de uma família paulista que tem seu mundo sacudido com a chegada da filha contestadora, a apontar o dedo para toda a estrutura de submissão que rege as relações entre patrões e domésticas no país. O longa estreia no dia 27.

Possibilidade de meia-entrada descartada. “Na hora do vamos ver, isso foi limado”, afirma a diretora ao “Sem Legenda”.

Ainda assim, a produção do filme anuncia que haverá uma pré-estreia gratuita para empregadas domésticas no próximo domingo (23), 11h, no Cine Belas Artes, em São Paulo. A carteira de trabalho terá de ser apresentada na bilheteria para ter o direito a dois ingressos. Ao final da sessão haverá debate com a diretora e a atriz Camila Márdila, que interpreta a filha de Casé no longa.

“Não está fácil, mas estou tentando fazer com que pelo menos as empregadas domésticas saibam que o filme existe”, diz Muylaert.

“Que Horas Ela Volta?” levou prêmio de melhor filme na mostra Panorama, do Festival de Berlim, e deu a Casé e a Márdila o prêmio de melhores atrizes em Sundance.

“Que Horas Ela Volta?”
QUANDO: dom (23), às 11h
QUANTO: grátis para empregadas domésticas que apresentarem a carteira de trabalho
ONDE: Cine Belas Artes, r. da Consolação, 2.423, tel. (11) 2894 5781