Com 3 milhões de público, filme ‘Loucas pra Casar’ bate recorde

Por guilherme genestreti

Em menos de um mês em cartaz, a comédia nacional “Loucas pra Casar”, de Roberto Santucci, já levou 3 milhões de pessoas ao cinema e superou o recordista brasileiro de público do ano passado (“O Candidato Honesto”, que teve 2,23 milhões).

Qual a receita básica? Comece juntando um diretor habituado a esse tipo de filme (o mesmo Santucci das franquias “Até que a Sorte nos Separe” e “De Pernas pro Ar”), acrescente uma atriz que caiu no gosto do público (Ingrid Guimarães) e tempere com alguns coadjuvantes de luxo (Tatá Werneck, Fabiana Karla e Márcio Garcia). Tudo isso tendo por recheio uma trama mais afeita às mulheres, mas que não afugenta os homens dos cinemas.

(Atualização: Desde 2010 um filme brasileiro não tinha uma abertura tão grande. O último a conquistar mais de 3 milhões em um mês havia sido “Tropa de Elite 2”, de José Padilha, que fez 9 milhões nesse mesmo período).

Em “Loucas pra Casar”, a personagem de Ingrid sonha com o dia em que botará um véu na cabeça, mas descobre que seu namorado já tem outra, ou melhor, outras. A partir daí, a comédia recai no conflito entre essas três mulheres, uma mais diferente da outra.

O fato é que o bom desempenho do filme  pode apontar um ano melhor para o cinema brasileiro, muito dependente do sucesso dessas comédias. Nos últimos anos, é o peso desses títulos, isolados no pódio das bilheterias nacionais, que dá o tom ao balanço da produção do país.

O ano de 2014 foi bem mais fraco do que 2013, por exemplo. No ano passado, o público dos filmes nacionais recuou em 31% em relação ao anterior, segundo informe de acompanhamento do mercado da Ancine (Agência Nacional do Cinema).

Só cinco filmes superaram a marca do milhão em 2014: “O Candidato Honesto”, “Os Homens São de Marte… E É Pra Lá que Eu Vou” (1,8 milhão), “S.O.S. Mulheres ao Mar” (1,7 milhão), “Muita Calma Nessa Hora 2” (1,4 milhão) e “Vestido pra Casar” (1,2 milhão). Todos são comédias.

Em 2013 foram nove, a começar pelo fenômeno “Minha Mãe É uma Peça”, de André Pellenz, com 4,6 milhões de espectadores.

O ano de 2015 pode repetir a façanha -ou ser ainda melhor.

É que têm previsão de estreia neste ano as comédias “Até que a Sorte nos Separe 3”, “Divã 2”, “Qualquer Gato Vira Lata 2”, “Minha Mãe É Uma Peça 2”, “Meu Passado me Condena 2” e “S.O.S. Mulheres ao Mar 2”. Preparou o bolso?

Suzana Pires (esq.), Ingrid Guimarães, Tatá Werneck e Márcio Garcia no filme "Loucas pra Casar" (Créditos: Paprica Fotografia/Divulgação)
Suzana Pires (esq.), Ingrid Guimarães, Tatá Werneck e Márcio Garcia no filme “Loucas pra Casar”, de Roberto Santucci (Créditos: Paprica Fotografia/Divulgação)